Tecnologia

Drones Contra o Aedes Aegypti – Tecnologia

Drones Contra o Aedes Aegypti as cidades que tem altas recorrências de mosquito transmissor da dengue estão recorrendo à tecnologia dos drones para atacar o Aedes aegypti. Os veículos aéreos não tripulados ajudam na fiscalização ao atingir locais intransitáveis aos agentes de saúde. Também ajudam a fazer o levantamento dos possíveis focos. É possível obter filmagem aérea, os drones já podem ser equipados com dispersores de inseticidas para o ataque direto ao transmissor.

Drones Contra o Aedes Aegypti – Tecnologia

Tecnologia Drones Contra o Aedes Aegypti

Foi Em 2018 que a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) deu inicio ao uso de drones para transportar mosquitos estéreis e liberá-los no meio ambiente. Dessa forma induzir a diminuição da proliferação do Aedes aegypti. No Estado de São Paulo, o equipamento é usado atualmente em várias cidades com alta incidência de dengue, zika e chikungunya.

Drones Contra o Aedes Aegypti – Tecnologia

Desde 2011, o Ministério da Saúde juntamente com a Fundação Bill & Melinda Gates e National Institutes of Health já investiu cerca de R$ 31,5 milhões no método Wolbachia . bactéria transferida da mosca-da-fruta para os ovos do Aedes aegypti por um procedimento chamado microinjeção. Ao penetrar no interior da célula, a Wolbachia estabelece uma presença estável em vários tecidos do mosquito.

Drones Contra o Aedes Aegypti – Tecnologia

Os ovos do Aedes aegypti com Wolbachia foram trazidos ao Brasil da Austrália, com autorização do IBAMA.  Foi o inicio onde eclodiram pupas que se tornaram mosquitos adultos utilizados para o estabelecimento de uma colônia brasileira de Aedes aegypti com Wolbachia, em condições de laboratório na Fiocruz. Esse método  já é considerado pelo Ministério da Saúde inovador, autossustentável e ajudam como complemento às demais ações de prevenção ao mosquito. Algumas instituições estaduais criaram aplicativos para alertar sobre o Aedes aegypti, como a Empresa de Processamento de Dados do Amazonas (Prodam), por exemplo. Ela criou o game Pega Mosquito, pelo qual o jogador cumpre tarefas para combater os criadouros do mosquito.

Agradecemos a visita em nosso site. Procuramos trazer sempre o melhor para você. Gostou da matéria? É importante combater os focos de mosquito e evitar o aumento de casos de Dengue no Brasil! Deixe seu comentário.

Print Friendly, PDF & Email

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.