Saúde

Discalculia – Tipos e Sintomas

Discalculia é um problema ocasionado por má formação neurológica que aparece como uma dificuldade na aprendizagem dos números. Essa dificuldade de aprendizagem não é uma deficiência mental, má escolarização, déficits visuais ou auditivos e não tem nenhuma ligação com níveis de QI ou inteligência.

Tipos de Discalculia

Algumas pesquisas indicam que a discalculia tem um alto componente hereditário, outras que o problema se relaciona com o desenvolvimento do cérebro no útero da mãe ou nos primeiros anos de vida do recém nascido. Os especialistas costumam descrever a discalculia como a prima matemática da dislexia.

Abaixo compartilhamos tipos de discalculia:

Discalculia léxica: dificuldade na leitura de símbolos matemáticos;

Discalculia verbal: dificuldades em nomear quantidades matemáticas, números, termos e símbolos;

Discalculia gráfica: dificuldade na escrita de símbolos matemáticos;

Discalculia operacional: dificuldade na execução de operações e cálculos numéricos;

Discalculia practognóstica: dificuldade na enumeração, manipulação e comparação de objetos reais ou em imagens;

Discalculia ideognóstica: dificuldades nas operações mentais e no entendimento de conceitos matemáticos.

Sintomas da Discalculia

Para que se consiga detectar a discalculia em uma criança é indispensável que se fique atento à sua trajetória de aprendizagem, principalmente quando ele apresentar símbolos matemáticos malformados, demonstrar incapacidade de operar com quantidades numéricas, não reconhecer os sinais das operações, apresentar dificuldades na leitura de números e não conseguir localizar espacialmente a multiplicação e a divisão.

Se o transtorno não for reconhecido a tempo, pode comprometer o desenvolvimento escolar da criança, que com medo de enfrentar novas experiências de aprendizagem adota comportamentos inadequados, tornando-se agressiva, apática ou desinteressada. Para o tratamento da discalculia um psicopedagogo é o profissional indicado e deve ser feita em parceria com a escola onde a criança estuda. Geralmente os professores desenvolvem atividades específicas com esse aluno, sem isolá-lo do restante da turma.

As crianças portadoras de discalculia não são capazes de identificar sinais matemáticos, montar operações, classificar números, entender princípios de medida, seguir sequências, compreender conceitos matemáticos, relacionar o valor de moedas entre outros. Uma indicação de que a criança é portadora da discalculia é o fato de fazer contas com a ajuda dos dedos em idade mais avançada do que o normal ou ter dificuldades para fazer estimativas aproximadas.

Agradecemos a visita em nosso site. Procuramos trazer sempre o melhor para você. Gostou da matéria! A discalculia é um transtorno que precisa ser identificado o mais rápido possível para ajudar o desenvolvimento escolar da criança! Deixe seu comentário.

Print Friendly, PDF & Email

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.