Saúde

AVC – Sintomas e Como Identificar

AVC  o acidente vascular cerebral conhecido como derrame e que hoje em dia não afeta apenas os mais idosos os jovens tem sido acometido pelo problema com frequência. E saber identificar os sintomas é importante já que todos estão expostos a vários fatores de ricos.

avc-sintomas-como-identificar

Sintomas do AVC e Como Identificar

Existem dois tipos de AVC o isquêmico que é o mais comum e acontece em cerca de 85% dos casos, e o hemorrágico, responsável por 15% do total. Nos dois casos os neurônios da região afetada morrem, ocasionando resultados que vão depender da extensão da lesão e das áreas envolvidas. Podem acontecer paralisias, perda ou dificuldade nos sentidos e dificuldades de memória e cognição, por exemplo. Nos casos mais graves o AVC pode levar à morte.

Abaixo compartilhamos alguns sintomas do AVC:

Um dos sinais mais comuns do AVC é a repentina fraqueza assimétrica dos membros que acontece com a falta de força em uma perna ou um braço em apenas um lado do corpo. Esta força motora pode variar desde uma fraqueza bem suave até a paralisia total. Uma fraqueza motora súbita e unilateral é comum. É incomum no caso de ocorrer o AVC ambas as pernas ou ambos os braços serem agredidos ao mesmo tempo, com a mesma intensidade. A dormência, formigamento ou uma sensação de suaves picadas de agulhas são outros sintomas que podem estar presentes.

avc-sintomas-como-identificar

No caso de paralisia ou quase paralisia são difíceis de serem identificadas pelos parentes e familiares do doente. Para isto faça um teste: Levante os braços e mantenha-os por alguns segundos alinhados aos ombros na posição de múmia ou sonâmbulo. Se um dos braços começar a cair independentemente de sua vontade pode ser indício de fraqueza motora. Este mesmo teste pode ser feito com as pernas: sente-se e levante as pernas, deixando os joelhos esticados. A paralisia dos membros normalmente surge rapidamente, mas pode começar  apenas com formigamento  leve fraqueza, se transformando em perda de força somente após algumas horas.

avc-sintomas-e-como-identificar

O desvio da boca em direção contrário ao lado paralisado é outro sinal bem comum.  Uma dica para ver se a boca está desviada é solicitar que o paciente de um sorriso ou assobie. Caso haja a paralisia, esta será facilmente observada desta maneira. O AVC também pode causar a alteração da fala e do discurso. Existe grande dificuldade em nomear objetos e coisas, nomes simples como cores, números se tornam difíceis de serem faladas. O paciente pode deixar de compreender o significado de algumas palavras dificultando inclusive a sua escrita. Em outro caso ele entende tudo mas não consegue falar ou tem dificuldade por não coseguir mover os músculos da fala de maneira a articular as palavras.

Pode haver também a perca de noção de tempo não conseguindo dizer o ano nem o mês em que esta, ou ficar desorientado sem saber qual o local onde esta. Isto costuma acontecer em pequenos AVCs em idosos.

Como Identificar o AVC

Reconhecer os sintomas do acidente vascular cerebral é essencial para minimizar os seus prejuízos.

Abaixo, compartilhamos os principais indicativos de que esta ocorrendo um AVC:

– Cegueira fugaz ou alterações na visão.

– Paralisias e dificuldades para realizar movimentos, até mesmo os mais simples, como engolir.

– Dor de cabeça intensa e repentina.

– Dificuldades para caminhar ou manter o equilíbrio.

– Problemas para falar ou entender o que os outros dizem

– Formigamento nos membros superiores, inferiores ou no rosto.

avc-sintoma

Abaixo compartilhamos como evitar o AVC:

Siga uma dieta saudável e pratique exercícios regularmente. Desta maneira o colesterol fica controlado, porque em níveis altos, ele se gruda nas veias e artérias, prejudicando a circulação.

Cuide da pressão arterial, pois os que tem hipertensos na família precisa visitar um médico com frequência. Em alguns casos, a medicação pode ser necessária e em outros, reduzir a ingestão de sódio e exercitar-se é suficiente.

Não fume porque o cigarro reduz a oxigenação do sangue e lesiona os vasos, facilitando a formação de coágulos.

Controle as doenças que facilitam a incidência de AVC entre elas o diabetes e as arritmias cardíacas. A primeira eleva as chances de formação de placas nos vasos sanguíneos e a segunda, de coágulos.

Se você tem fatores de risco, evite os contraceptivos orais porque as pílulas aumentam a capacidade de coagulação do sangue e o risco de trombose, o que pode levar ao AVC. Sozinhas elas não representam perigo somente quando associadas com mal habitos.

Agradecemos a visita em nosso site. Procuramos trazer sempre o melhor para você. Gostou da matéria? É muito importante tomar todo o cuidado com a saúde evitanto o AVC! Deixe seu comentário.

Print Friendly, PDF & Email

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.