Saúde

Alergia ao Wi-Fi – Hiper Sensibilidade Eletromagnética

Alergia a Wi-Fi o que parecia impossível foi confirmado, tanto o roteador de Wi-Fi quanto o telefone celular podem causar problemas a saúde. Novos estudos estão sendo feito, mas até agora é muito difícil se chegar a um diagnóstico e os cientistas ainda não tem um nada definitivo sobre a questão.

Alergia ao Wi-Fi – Hiper Sensibilidade Eletromagnética

Hiper Sensibilidade Eletromagnética a Alergia ao WI-FI

Já se sabe que ao redor do mundo muitos sofrem com o problema de hiper-sensibilidade eletromagnética, ou como a sigla em inglês EHS (Electromagnetic hypersensitivity) e já é um problema reconhecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS. Seus sintomas são muito variados como dores de cabeça recorrentes, fadiga, náuseas, palpitação, stress, distúrbios de sono, problemas de pele com sensação de ardência e queimação, dores musculares, entre outros.

Alergia ao Wi-Fi  Hiper Sensibilidade Eletromagnética

Existem muitas dificuldades ainda em relação ao EHS o primeiro é que os estudos a respeito são muito recentes e são poucas pesquisas disponíveis sobre o assunto. O outro problema e mais sério é que os campos eletromagnéticos crescem dia a dia com redes de WI-FI colocadas em todo lugar, além de celulares, micro-ondas, televisões, etc Alguns estudos feitos nos Estado Unidos concluem que ao menos cinco por cento de quem esta exposto a estes tipos de sinal podem desenvolver a alergia. Os sintomas mais comuns são câimbras musculares, dor de cabeça e até mesmo dores crônicas. Os sintomas podem se agravar com exposição constantes aos sinais de celulares que são muito fortes e inclusive aos sinais de satélites.

Alergia ao Wi-Fi – Hiper Sensibilidade

Diane Shou americana sofre desta alergia e recentemente em uma entrevista a rede BBC News falou sobre suas dificuldades. Ela descreve os sintomas iniciais quando sentiu o rosto ficar vermelho e as dores de cabeça, além de visão turva e uma dor muito forte a qualquer tentativa de raciocinar. Quando seus sintomas evoluíram chegou a ter fortes dores no peito. Para tentar diminuir os efeitos ela alterou sua casa colocando proteção impermeável de ondas eletromagnéticas, mas isso não foi suficiente e Diane teve de se mudar para uma cidade do interior ficando assim distante das exposições de redes de WI-FI. Uma corte na França decidiu que uma mulher, que afirma ser alérgica a ondas eletromagnéticas, recebesse uma pensão mensal por danos causados por aparelhos de celular, computadores e outros eletrônicos causaram a sua saúde.

Agradecemos a visita em nosso site. Procuramos trazer sempre o melhor para você. Gostou da matéria! Alergia ao WI-FI um fato comprovado e que tem preocupado a comunidade cientifica! Deixe seu comementário.

Print Friendly, PDF & Email

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.