Saúde

Vacinas Para Idoso – Tipos

Vacinas Para Idoso que devem ser protegidos por serem mais frágeis a doenças infecciosas por causa do envelhecimento. Com o passar dos anos, o sistema imunológico envelhece junto com o resto do corpo, ficando menos eficaz. Desta maneira o idoso fica mais apto a contrair doenças virais e bacterianas. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população idosa do nosso país vai corresponder a 66,5 milhões de pessoas em 2050. Isto é mais do que o triplo dos 19,6 milhões atuais. O IBGE estima ainda que o grupo vai ultrapassar o de menores de 14 anos.

Vacinas Para Idoso - Tipos

Tipos de Vacinas Para Idoso

No calendário de vacinação dos idosos a quantidade de vacinas não é tão grande quanto para recém nascidos. Entretanto elas são de grande importância e podem ajudar a preservar a saúde e a imunidade em alta. Por ser a mais comentada e divulgada pela mídia, a vacina contra a Gripe é a mais procurada nos postos de saúde. Mas, é preciso estar atento a outras vacinas a partir dos 60 anos de idade. A dose contra herpes zóster, por exemplo, é um tipo de imunização destinada apenas ao idoso. A falta de conhecimento sobre o calendário vacinal e informações falsas sobre as vacinas fazem com que os idosos deixem de se proteger.

Vacinas Para Idoso - Tipos

Mesmo idosos que apresentam boas condições de saúde devem se vacinar. As doses de imunização preparam o corpo para enfrentar doenças que costumam afetar gravemente as pessoas da terceira idade, como gripe e pneumonia. O objetivo de se vacinar não é apenas garantir que o idoso viva mais, é também proporcionar a ele uma qualidade de vida melhor. Além de matar, essas doenças podem deixar sequelas que podem tirar a independência deles.

Compartilhamos abaixo vacinas oferecidas pelo SUS:

Gripe: Sempre que houver campanha de vacinação;

Hepatite B: 3 doses, de acordo com a situação vacinal;

Febre Amarela: dose única, verificar situação vacinal;

Dupla Adulto (previne difteria e tétano): Reforço a cada 10 anos;

-Pneumocócica 23 Valente (previne pneumonia, otite, meningite e outras doenças causadas pelo Pneumococo): reforço a depender da situação vacinal – A vacina está indicada para grupos-alvo específicos, como pessoas com 60 anos e mais não vacinados que vivem acamados e/ou em instituições fechadas

Compartilhamos abaixo as oferecidas nas redes privadas:

Herpes zoster: Uma dose. Vacina recomendada mesmo para aqueles que já desenvolveram a catapora;

Hepatite A: Duas doses, no esquema 0 – 6 meses. Na população com mais de 60 anos é incomum encontrar indivíduos suscetíveis. Para esse grupo, portanto, a vacinação não é prioritária.

Meningocócicas conjugadas ACWY/C:  Uma dose. A indicação da vacina, assim como a necessidade de reforços, dependerão da situação epidemiológica.

Tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola):  Uma dose. A indicação da vacina dependerá de risco epidemiológico e da situação individual de suscetibilidade.

Agradecemos a visita em nosso site. Procuramos trazer sempre o melhor para você. Gostou da matéria? A vacina para idosos é importante e poucos sabem de sua necessidade! Deixe seu comentário.

Print Friendly, PDF & Email

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.