Saúde

Tumor Virtual – Para Estudos

Tumor Virtual uma nova maneira de estudar o câncer e os cientistas afirmam que desta maneira será muito mais ampliada a compreensão do câncer e ajudará na busca por novos tratamentos. Desta maneira, os cientistas poderão estudar um tumor de qualquer parte do mundo em um laboratório virtual

Para Estudos o Tumor Virtual

Os cientistas de Cambridge, na Inglaterra, criaram um modelo 3D de realidade virtual de um câncer, uma nova maneira de examinar a doença. A amostra do tumor, tirada de um paciente, pode ser estudada em detalhes e de todos os ângulos, com cada célula individual mapeada. A cirurgia que é nova esperança contra o câncer de pâncreas, um dos mais letais. Um cientista brasileiro descobre na Antártida bactérias que podem ajudar na luta contra o câncer. O projeto faz parte de um esforço de pesquisa internacional.

Para criar o modelo, os cientistas fizeram uma biópsia do tecido tumoral de uma mama. A amostra de 1 mm² continha cerca de 100 mil células. A amostra foi então dividida em fatias bem finas, que foram escaneadas. Em seguida, marcadores coloridos foram aplicados para identificar sua composição molecular e características do DNA. O tumor foi então reconstruído usando realidade virtual para criar um modelo 3D que pode ser analisado em um laboratório virtual acessível de qualquer lugar do mundo. “Ninguém analisou antes a composição de um tumor com este nível de detalhamento. É uma nova maneira de enxergar um câncer”, disse à BBC o professor Greg Hannon, diretor do Instituto de Pesquisa do Câncer do Reino Unido (CRUK, na sigla em inglês) e líder da pesquisa.

O projeto do “tumor virtual” faz parte de um programa do CRUK, o Grand Challenge Awards, que oferece financiamentos de 20 milhões de libras (cerca de R$ 100 milhões), liberados ao longo de cinco ou seis anos, para projetos inovadores de pesquisa sobre câncer. A equipe de Hannon, composta por 15 cientistas do Reino Unido, Suíça, Canadá e Irlanda, começou a ser financiada pelo CRUK em 2017.

Dentro do laboratório virtual, Hannon e eu nos tornamos avatares, enquanto o câncer era representado por uma massa multicolorida de bolhas. O tumor que estávamos observando por meio de nossos óculos de realidade virtual havia sido retirado do tecido de ductos de leite de uma mama. Embora a amostra de tecido humano tivesse aproximadamente o tamanho de uma cabeça de alfinete, ela pode ser ampliada dentro do ambiente digital para ser vista como se tivesse vários metros de diâmetro. Para explorar o câncer mais detalhadamente, o sistema de realidade virtual nos permite “voar em meio” às células. O sistema permite, por exemplo, identificar o ponto em que o câncer se espalhou para o tecido sadio ao seu redor. Hannon disse que aquele poderia ser o ponto em que o câncer se espalhou para o tecido ao redor e se tornou realmente perigoso. “Examinar o tumor em 3D nos permite capturar esse momento.”

Fonte: BBC Brasil

Agradecemos a visita em nosso site. Procuramos trazer sempre o melhor para você. Gostou da matéria? Mais uma esperança de avanço na busca da cura do câncer! Deixe seu comentário.

Print Friendly, PDF & Email

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.