Saúde

Síndrome Alcoólica Fetal –  Causas e Sintomas

Síndrome Alcoólica Fetal conhecida como SAF  é o conjunto de sinais e sintomas apresentados pelo feto por causa da ingestão de álcool pela mãe tanto durante a gravidez como no período pré-concepção. Normalmente os recém-nascidos com este problema de saúde são pequenos para a idade gestacional e possuem algumas características no rosto, como cabeça pequena, olhos pequenos, lábio superior fino e nariz curto, como mostram as imagens.

Causas da Síndrome Alcoólica Fetal

A causa da síndrome do alcoolismo fetal é a ingestão de álcool em grandes quantidades pela mãe durante a gestação. O nível mínimo de álcool necessário para se chegar a síndrome do alcoolismo fetal ainda não é conhecido. O grau de acometimento dos bebês vai depender não apenas do quanto a mãe ingeriu, mas também do período da gestação em que houve este consumo.

Compartilhamos abaixo alguns fatores de risco:

-Consumo de álcool no primeiro trimestre da gestação;

-Início precoce da ingestão de álcool;

-Idade materna acima de 25 anos;

-História de gestação anterior com parto prematuro ou natimorto;

-Ter tido três ou mais gestações anteriores;

-Ingestão de álcool com frequência de cinco ou mais doses por ocasião e 2 ou mais vezes por semana.

Sintomas da Síndrome Alcoólica Fetal

Normalmente este problema é comum entre mulheres com baixo padrão socioeconômico e associadas à depressão e consumo de álcool pelo companheiro ou outros familiares. São muito comuns o déficit de crescimento e alterações em características faciais, mas observa-se também, atraso no desenvolvimento neuropsicomotor.

Compartilhamos abaixo alguns sintomas faciais da Síndrome Alcoólica Fetal:

-Fissuras palpebrais pequenas;

-Fáceis plana;

-Hipoplasia maxilar;

-Nariz curto;

-Filtro nasal longo e hipoplásico;

-Lábio superior fino.

A síndrome do alcoolismo fetal pode apresentar também:

-Baixo peso ao nascimento;

-Baixo ganho de peso;

-Microcefalia (cabeça de tamanho pequeno);

-Dificuldade de aprendizagem, linguagem, memória e atenção;

-QI baixo;

-Alterações na visão e audição;

-Dificuldades de socialização;

-Distúrbios comportamentais;

-Atraso de desenvolvimento cognitivo;

-Alterações neurológicas como convulsões, doenças nos rins, osso e cardiopatias congênitas.

Agradecemos a visita em nosso site. Procuramos trazer sempre o melhor para você. Gostou da matéria? O alcoolismo pode trazer muitos problemas não só para a gestante como para o bebê! Deixe seu comentário.

Print Friendly, PDF & Email
Últimas Pesquisas:
  • sindeome alcoolica fetal caracteristicas
  • síndrome alcoólica fetal

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.