Saúde

Roséola Em Crianças – Causas e Sintomas

Roséola Em Crianças  conhecida também como Roséola Infantum é considerada quase inofensiva pelos médicos, mas costuma deixar os muito preocupados. Por isso é importante ter as informações necessárias e muita de paciência com a criança durante a doença.

Causas da Roséola Em Crianças

Algumas crianças podem ter apena uma leve manifestação de Roséola, desenvolvendo poucos sintomas e não dando quase sinais da doença, enquanto outras têm todos os sintomas de forma bem acentuada. Duas linhagens comuns de vírus do herpes causam a doença, o herpes vírus humano tipo 6, que é o mais comum ou o herpes vírus humano tipo 7. Bebês entre os seis e quinze meses de vida são os mais suscetíveis à Roséola porque não tiveram tempo de produzir os seus próprios anticorpos contra os vírus. Antes desse período eles ainda estão protegidos pelos anticorpos que vieram da mãe que protege os recém-nascidos de contrair infecções, mas com o tempo esses anticorpos vão diminuindo e a criança precisa desenvolver os próprios.

Do mesmo jeito que outras doenças virais, a Roséola se espalha através do contato entre as pessoas pelo ar, secreções ou saliva. Ela é contagiosa mesmo quando não há nenhum tipo de erupção cutânea, ou seja, a criança pode transmitir o vírus quando ela está apenas com uma febre baixa, antes de se cogitar a possibilidade de ser Roséola.

Sintomas de Roséola Em Crianças

Os sintomas começam do 5º ao 15º dia após a infecção, quando a febre  aumenta repentinamente e neste instante é muito importante levar a criança ao médico pois febres muito altas podem ocasionar convulsões. Aproximadamente 30% das crianças apresentam erupções quando a febre desce e elas normalmente ficam localizadas no peito e abdômen e a febre costuma desaparecer depois do quarto dia.

Compartilhamos abaixo alguns sintomas de Roséola em crianças:

-Febre alta que começa de repente;

-Erupções cutâneas ou manchas avermelhadas espalhadas pele quando a febre desce. Normalmente elas são planas, mas também podem ser elevadas. Elas podem durar apenas algumas horas ou dias, dependendo do caso, e costumam surgir primeiro nas costas, peito e abdômen, podendo ou não aparecer no rosto e pernas e elas não coçam;

-Leves dores de garganta;

-Pequenas ínguas ao redor do pescoço;

-Fadiga;

-Irritabilidade;

-Diarreia;

-Perda de apetite;

-Nariz escorrendo.

-Pálpebras inchadas.

É extremamente raro a Roséola pode surgir em adultos e neste caso ela deve ser levada a sério, pois suas complicações são expressivas e as consequências para o corpo são graves. Ela pode provocar uma hepatite, uma meningoencefalite, uma trombocitopenia, uma inflamação do fígado ou uma infecção dos tecidos cerebrais. O médico deve ser procurado quando a criança tiver febre, pois, no caso da Roséola, a febre costuma ser bastante alta e isso pode ocasionar convulsões.

Agradecemos a visita em nosso site. Procuramos trazer sempre o melhor para você. Gostou da matéria! A Roséola acontece em crianças, mas pode acometer adultos também! Deixe seu comentário.

Print Friendly, PDF & Email

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.