Saúde

Pulso Aberto – Sintomas e Causas

Pulso Aberto é um problema que acontece  com mais frequência do que se pensa. Quem é atleta, esportista ou trabalha muito no computador ou atividades manuais pode ter este tipo de problema no pulso. Na verdade este problema no pulso são as dores nesta região, assim como a dificuldade em realizar atividades que exijam o movimento lunar (arco realizado pelos punhos), ou força e pode estar associada a LER (lesão por Esforços Repetitivos).

Pulso Aberto – Sintomas e Causas

Sintomas de Pulso Aberto

Pulso aberto é uma expressão usada para descrever dor na região do pulso. Esta expressão não tem nenhum embasamento ortopédico, pois não se trata de um afastamento dos ossos do pulso, como o termo “aberto” pode indicar. Pulso aberto não é um diagnóstico clínico, trata-se somente de uma forma vulgar de dizer que temos uma incomoda dor no punho. Normalmente começa com uma dor leve e gradativa na região do pulso, podendo evoluir para quadro de dores importante e com isso cria incapacidade. Outra lesão que traz dor e inchaço ao local é a síndrome do túnel do carpo.

Pulso Aberto – Sintomas e Causas

Compartilhamos alguns dos sintomas do pulso aberto:

-Dor no punho constante, mas suportável;

-Dor articular que se agrava com movimentos;

-Sensibilidade alterada;

-Diminuição na força da mão;

-Inchaço dos punhos;

-Edema no local.

Causas de Pulso Aberto

Existem alguns exercícios que podem ajudar a evitar estas dores no pulso entre elas alongar os braços e as mãos antes de trabalhar/digitar ou  usar mousepad com descanso ou almofada de silicone, para proteger as mãos e articulações. Não se esquecer de fazer exercícios frequentemente e cuidar da postura ao trabalhar, observando se os membros não fiquem em posições desconfortáveis. Fazer uma pausa de ao menos 5 minutos a cada 50 minutos trabalhados digitando ou exercendo atividade de esforço no punho.

Pulso Aberto – Sintomas e Causas

Compartilhamos abaixo algumas causas de pulso aberto:

-Esforço repetitivo, como digitação ou uso do mouse em demasia;

-Lesões, fraturas, torções e o uso repetitivo do punho;

-Cisto sinovial;

-Doença de Kienblock;

-Falta de alongamento e ginástica;

-Esforço de uma só vez na região, ainda mais se for fora do comum.

O tratamento sempre é feito de forma conservadora (sem cirurgias) e consiste basicamente na utilização de medicamentos, que são indicados por um médico especialista de acordo com o caso do paciente. É possível que o profissional também indique o uso de uma munhequeira que, por meio da estabilização e sustentação do pulso.

Agradecemos a visita em nosso site. Procuramos trazer sempre o melhor para você. Gostou da matéria? Saber ficar na postura correta na hora de trabalhar ajuda a evitar uma série de problema à saúde. Deixe seu comentário.

Print Friendly, PDF & Email
Últimas Pesquisas:
  • pulso aberto sem ter feito força o que e
  • quais tipos de lesao podemos ter na pulso

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.