Diversos

Pet nas Férias – O Que Fazer e Dicas

Pet nas férias para quem opta por viajar a decisão muitas vezes se torna um problema quando se tem um animal de estimação. Fica sempre a duvida levar ou não levar o companheiro junto, deixar com parentes e amigos ou em hotelzinho apropriado. Mas é muito importante independente da escolha tomar todas as medidas para que seu animalzinho não sofra com sua ausência.

Pet nas Férias

O Que Fazer Com o Pet nas Férias Dicas

Nas férias acontece de escolhermos algum lugar de passeio que não tem como levar nosso amiguinho ele pode não estar incluso no pacote de viagem.  Se não for esse o caso e seu pet vai acompanha-lo compartilhamos abaixo algumas dicas importantes:

Antes da viagem: Seu animal deve passar pelo veterinário e fazer um check-up, diga ao médico veterinário para onde pretende leva-lo, quanto tempo ira ficar e como será o transporte do seu pet durante os dias de viajem. Ele indicara as vacinas e os medicamentos que poderão ajudar a manter seu animal de estimação saudável e livre de pegar algum parasita.

Pet nas Férias veterinário

O que levar: Aproveite a consulta e peça ao veterinário um relatório caso haja alguma doença. Leve uma pasta com informações sobre seu animal, por exemplo, caderneta de vacinas, medicamentos e numero de telefone do médico veterinário. Se o seu animal esta tomando algum tipo de medicamento verifique que tenha a quantidade necessária para toda viagem.

Pet nas Férias documentos

Alimentação: Leve o alimento que o seu animal esta acostumado a consumir. Leve em abundância para que não corra o risco de ter de trocar a ração e ele tenha problemas de estômago durante a viagem.

Pet nas Férias alimento

Outros acessórios: Não se esqueça de separar e levar o brinquedo preferido, o cobertor que ele mais gosta ou sua caminha e o comedouro e bebedouro.

Pet nas Férias acessorios

Se sua opção for viajar de carro: Hoje no Brasil não existe uma lei de transporte de animais de estimação que relate sobre equipamentos de segurança dos animais. Só é proibido levar seu pet no colo e não podem também ser  carregados em caçambas de caminhonetes. A forma mais adequada de levar seu animal é em caixas de transportes indicadas para o porte de cada animal e podem ser compradas em pet shops. Sem qualquer tipo de proteção o animal corre o risco de ser arremessado para fora do veiculo em caso de acidente ou até por uma frenagem mais brusca.

Pet nas Férias caçamba

Acomode a caixa em um dos bancos do veiculo e envolva com um cinto de segurança especifico para animais que esta preparada para ser conectado ao dispositivo o carro. De acordo com o Detran a caixa de transporte deve excluir uma das vagas de passageiro do veiculo. Se o animal for muito grande o ideal é colocar a caixa transportadora dentro do porta-malas do veiculo. A legislação permite que os carros modelos hatch que a tampa que protege o porta-malas pode ser removida a caixa seja colocada no compartimento. Entretanto preste muita atenção para que os raios de sol em dias quentes não atinjam o animal por muito tempo. Se o seu pet for de pequeno porte existem cadeirinhas à venda em produtos para animais e funcionam com bolsas protetoras é a opção ideal para cães que não conseguem ficar longe das janelas. Elas podem ser ajustadas a altura do vidro e assim o pet fica à vontade e seguro.

Pet nas Férias cadeirinha

Os animais de grande porte podem ser transportados no banco sentado ou deitado usando cintos de seguranças próprios para eles e para seu tamanho. Os gatos são mais ariscos e se mexem mais para eles a recomendação é mesmo a caixa de transporte presos ao cinto de segurança. Se a sua viagem for muito longa pare ao menos a cada três horas para que o animal faça suas necessidades fisiológicas, beba água e se alimente. Alguns animais podem enjoar quando se trata de viagens muito longas no carro. Peça ao veterinário que indique algum remédio caso seja necessário. Se o seu passeio é com estadia em hotel verifique junto aos responsáveis se os animais são aceitos. Coloque na coleira do animal nome, endereço e contato telefônico para caso ele fuja.

Sua viagem é Aérea ou Rodoviária: Em viagens por rodoviárias ou aéreas os cães e gatos não precisam da Guia de Transito Animal a GTA, mas será necessário que tenha atestado de saúde feito por um médico veterinário devidamente inscrito no Conselho Regional de Medicina Veterinária. É fundamental checar as normas da empresa se sua viagem for aérea. As empresas decidem o local, formas, quantidade espécies a serem transportados. Em viagens intermunicipais animais domésticos como cães e gatos de até oito quilos podem ser transportados pagando-se uma tarifa de cinquenta por cento do valor de uma passagem com um limite de dois animais por viagem. Os animais devem ser transportados em caixas apropriadas não podendo ocupar o acento do passageiro. Outras espécies de mascotes como aves, coelhos, furões ou iguanas existem a exigência da GTA expedida por um veterinário habilitado pelo Ministério da Agricultura ou por órgão executor da defesa sanitária nos estados. Para aves silvestres deve haver uma autorização do Ibama.

Pet nas Férias rodoviaria
Seu animal vai ficar em casa: Se o seu animal de estimação vai permanecer em casa deve haver alguém responsável pelos seus cuidados. Caso não tenha nenhum conhecido para lhe ajudar nesta tarefa é possível encontrar profissionais que desempenham esta função. É preciso que a pessoa ao menos duas vezes por dia dê agua e comida para o animal e ainda limpar as fezes e urina no caso de um cão passear com ele. Entretanto não deixe a chave de sua casa com um estranho procure saber as referencias de trabalhos anteriores.
Pet nas Férias alimentos
Deixar em um hotel:  Uma alternativa é deixar os animais em serviços especializados de hospedagem. Procure conhecer bem o local antes de viajar. Peça para visitar todas as instalações que serão ocupadas pelos bichos. Observe condições de isolamento e higiene. Se possível, busque referências de conhecidos. É aconselhado também que se faça um controle preventivo contra pulgas, carrapatos e verminoses e deixe para os responsáveis no hotel o numero do veterinário de rotina caso tenha alguma emergência com seu animal.

Pet nas Férias hotel

Dicas para Coelhos, Roedores, Aves e Peixes:

– Não é recomendado que esses animais participem de viagens, pois quando são submetidos a situações fora da rotina com a qual estão acostumados, passam por um grande estresse.

– Se forem deixados em casa, o ideal é que sejam cuidados por alguém que tenha familiaridade com as espécies, já que eles ficam doentes muito facilmente.

– As visitas precisam ser constantes no mínimo duas vezes diariamente, pois esses animais se alimentam e ingerem água com muita frequência.

– Quanto aos peixes, a periodicidade com que a água do aquário tem que ser trocada varia conforme o tamanho do compartimento. Em geral, a cada quinze  dias para os pequenos e trinta dias para os grandes.

– A higienização dos ambientes onde vivem roedores e coelhos precisa ser diária, pois eles defecam e urinam constantemente.

– Se a escolha for por um serviço de hospedagem, examine se o local é especializado em receber animais silvestres ou exóticos.

Observe também se o lugar possui climatização adequada, já que esses animais sentem muito frio, principalmente no período noturno.

Agradecemos a visita em nosso site. Procuramos trazer sempre o melhor para você. Gostou da matéria? Vai sair de férias e não sabe o que fazer com seu animalzinho! Decida sempre fazendo o  melhor para seu amiguinho!!! Deixe seu comentário.

Print Friendly, PDF & Email

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.