Saúde

Herpes Zóster – Campanha no Brasil – O Que é e Sintomas

Herpes-Zóster  para que o cidadão brasileiro saiba o que é esta doença esta sendo lançada uma grande campanha no Brasil. Herpes-Zóster não é muito conhecida embora já atinja 95%  de pessoas que já tiveram contato com o vírus varicela-zóster que é o causador da Catapora.

Herpes-Zoste

Herpes Zóster – Campanha no Brasil – O Que é e Sintomas

Com o nome de “Entenda Zóster”  esta campanha esta sendo apresentada nacionalmente em televisão, anúncios de jornais e revistas e também esta sendo usado folhetos que explicam a doença.

Herpes-zóster também conhecida como cobreiro e causa lesões na pele que parecem com bolhas e dor aguda apenas de um lado do corpo normalmente no tórax, abdome e rosto na região dos olhos. 

Herpes-Zoster-Area

De acordo com João Bastos Freire Neto que é presidente da SBGG,  Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia, o vírus varicela-zóster causador da catapora ocorre normalmente na infância e permanece dormente no organismo e caso ocorra queda de imunidade ou até mesmo ao envelhecer ele pode voltar a atividade. Ao acontecer os primeiros sintomas da doença pode-se usar como tratamento medicamentos antivirais e analgésicos sabendo-se que a imunização ajuda a prevenir a doença.

Herpes-Zóster é caracterizada por sintomas relatados por 96 % dos doentes que estão com essa doença entre eles podemos citar dor intensa que duram meses e chegam até mesmo a causar dificuldades ao paciente na hora de tomar um banho, por exemplo, se vestir ou secar seus cabelos coisas básicas do dia a dia. Essa dor crônica é chamada de nevralgia pós-herpética e pode se manter por meses ou até mesmo por anos.

Segundo o CDC-Centers for Disease Control and Prevention em estudo feito uma a cada três pessoas desenvolverá Herpes-Zóster em sua vida numa marca impressionante de cinquenta por cento de pessoas infectadas que atingem os 85 anos de idade. Portanto pessoas idosas devem redobrar sua atenção em relação à doença.

Herpes-Zóster impacta a qualidade de vida do portador de tal maneira que já pode ser comparado com problemas como insuficiência cardíaca, diabetes e depressão. A doença pode deixar cicatrizes, provoca pneumonia, fraqueza muscular, paralisia motora e também a perda de audição. Entre 10 a 25% dos doentes podem ter comprometimento ocular como a ceratite que se destaca em primeiro lugar como causadora da cegueira corneana em países desenvolvidos. Também pode causar ulcera de córnea, queda da pálpebra e sete por cento terão perda visual. A sequela mais conhecida é a neuralgia pós-herpética também conhecida como nevralgia muito dolorosa e que afeta as fibras nervosas da pele com uma duração de três meses a vários anos.

Nos Estados Unidos já se contabiliza aproximadamente um milhão de casos novos de Herpes-Zóster por ano causando uma internação hospitalar de cerca de 4% , no Brasil segundo o Sistema de informações Hospitalares do SUS a cada ano são registradas dez mil internações originadas de complicações do vírus varicela-Zóster. A taxa de mortalidade atinge 80% de pacientes acima de cinquenta anos.

Com o intuito de diminuir o risco de complicações é importante procurar um médico ao se completar cinquenta anos e iniciar rapidamente o tratamento. Hoje já temos uma vacina que reduz bastante a possibilidade de se contrair a herpes-zóster e suas complicações tal como a dor crônica. Ainda estão em estudo novas vacinas e como diminuir o impacto da dor crônica que esta associada ao Herpes-Zóster.

Conheça mais sobre a campanha:  Entenda Zóster.

Abaixo Video Educativo:

https://youtu.be/FkHY88cfsfY

Agradecemos a visita em nosso site. Procuramos trazer sempre o melhor para você. Gostou da matéria? Deixe seu comentário.

 

Print Friendly, PDF & Email

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.