Saúde

Febre Mayaro Em São Paulo – Causa, Sintomas e Prevenção

Febre Mayaro Em São Paulo considerado primo do chikungunya, circula no interior de São Paulo. Pesquisadores da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) de Ribeirão Preto detectaram circulação do vírus mayaro em São Carlos, no interior de São Paulo. A febre do mayaro compõe a lista nacional de doenças de notificação compulsória imediata.

Febre Mayaro Em São Paulo – Causa, Sintomas e Prevenção

Causa Da Febre Mayaro Em São Paulo

O vírus Mayaro (MAYV) é um arbovírus este é o nome que recebem os vírus transmitidos por artrópodes. E eles são mosquitos, aranhas ou carrapatos, por exemplo. Ele pertence ao gênero Alphavirus da família dos Togavirus(Togaviridae), a mesma do vírus que transmite a febre chikungunya. O mayaro é mais transmitido normalmente pelo mosquito silvestre Haemagogus janthinomys. De hábitos diurnos, pois o período de maior atividade é entre nove e dezesseis horas o mosquito habita a copa das árvores e a vegetação de áreas úmidas próximas aos rios. Ele é o mesmo vetor da febre amarela. Os seus sintomas são bem parecido entre as duas doenças febre alta, dores musculares, de cabeça e nas articulações. São Paulo é o segundo estado com a circulação do mayaro. Recentemente, foi identificada a presença do vírus no Rio de Janeiro.

Febre Mayaro Em São Paulo – Causa, Sintomas e Prevenção

De acordo com o Ministério da Saúde, o vírus Mayaro foi isolado pela primeira vez em Trinidad, em 1954, e o primeiro surto no Brasil foi descrito em 1955, às margens do rio Guamá, próximo de Belém, no Pará. Desde então, casos esporádicos e surtos localizados têm sido registrados nas Américas, incluindo a região Amazônica do Brasil, principalmente nos estados do Norte e Centro-Oeste.

Sintomas da Febre Mayaro Em São Paulo

Possivelmente os macacos sejam o principal reservatório do vírus Mayaro, que já foi encontrado em cavalos, répteis, roedores e aves, por exemplo.  Quando o mosquito pica um animal infectado, adquire o vírus que completa seu ciclo de evolução no organismo do inseto, e é transmitido na saliva do mosquito quando ataca animais ou seres humanos sadios. Os sintomas da doença aparecem poucos dias depois de a pessoa ter sido infectada.

Febre Mayaro Em São Paulo – Causa, Sintomas e Prevenção

Compartilhamos abaixo sintomas da Febre Mayaro:

-Febre de início abrupto, mas de curta duração (dois ou três dias);

-Calafrios;

Dor de cabeça (cefaleia);

-Manchas vermelhas na pele (exantema);

-Dores musculares (mialgia);

-Linfonodos inguinais;

-Fotofobia;

-Náuseas;

-Tontura.

As dores nas articulações (artralgia), associadas ou não a inchaço (edema), podem persistir por meses e tornarem-se incapacitantes. Encefalite (inflamação do cérebro) é uma complicação que pode ocorrer nos casos graves da doença. Os sintomas tendem a desaparecer espontaneamente em menos de uma semana. Também não é uma enfermidade contagiosa. Uma vez infectada, a pessoa desenvolve imunidade ao vírus por toda a vida.

Prevenção Da Febre Mayaro

Ainda não existem vacinas contra a infecção causada por um arbovírus e transmitida pelo mosquito Haemagogus janthinomys. Portanto apenas podemos ter alguns cuiados entre eles deixar de frequentar as áreas de maior risco nos períodos em que os vetores silvestres estão mais ativos, ou seja, nos meses da primavera e verão, que são os mais quentes e úmidos do ano.

Febre Mayaro Em São Paulo – Causa, Sintomas e Prevenção

E diminuir o mais que pudermos exposição do corpo. Deve-se fazer uso de repelentes e de roupas compridas evitando assim as picadas do mosquito. Os repelentes indicados pela Organização Mundial de Saúde para manter os mosquitos longe são a Icaridina, o DEET e o IR 3535.

Agradecemos a visita em nosso site. Procuramos trazer sempre o melhor para você. Gostou da matéria? É importante estar sempre prevenido contra as picadas de insetos use repelente! Deixe seu comentário.

Print Friendly, PDF & Email

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.