Saúde

Doença de Crohn – Sintomas e Causas

Doença de Crohn uma doença inflamatória mais grave do trato gastrointestinal. Ela afeta principalmente a parte inferior do intestino delgado (íleo) e intestino grosso (cólon), mas pode afetar qualquer parte do trato gastrointestinal. Considerada um transtorno crônico do sistema  ela não tem cura, e por isso o seu tratamento serve apenas para aliviar os sintomas.

Sintomas e Causas da Doença de Crohn

Ela é considera uma doença silenciosa e que pode levar meses ou anos até manifestar os primeiros sintomas. Desta maneira se torna muito difícil de detectar e de diagnosticar. Embora possa atingir qualquer parte do tubo digestivo, da boca ao ânus, afeta mais frequentemente a última parte do intestino delgado (ileum) e/ou o intestino grosso (cólon, reto e ânus). Alguns pacientes têm longos períodos de remissão. Algumas vezes por anos, permanecem livres de sintomas. Não existe como prever quando a remissão pode ocorrer ou quando os sintomas irão reaparecer

Compartilhamos abaixo alguns sintomas da doença de Crohn:

A doença de Crohn normalmente causa diarreia, cólica abdominal, frequentemente febre e, às vezes, sangramento retal. Também podem ocorrer perda de apetite e perda de peso subsequente. A diarreia pode se desenvolver lentamente ou começar de maneira inesperada, podendo haver também dores articulares e lesões na pele. As dores nas juntas são comum e também a falta de apetite, perda de peso e febre. Outros sintomas precoces da doença de Crohn são lesões da região anal, incluindo hemorroidas, fissuras, fístulas e abscessos. Estas inflamações e as úlceras podem penetrar nas paredes dos intestinos, formando um abscesso (uma coleção de pus). Poderá também se formar uma conexão anormal com outras partes do intestino ou de outros órgãos, o que é chamado de fístula.

A causa exata é desconhecida. Hoje em dia pensa-se ser devida a uma causa imunológica e/ou bacteriana. A doença de Crohn não é contagiosa, tendo uma ligeira tendência genética (hereditária). Não existe cura para  o problema e sim uma terapêutica medica para aliviar os sintomas. Em alguns casos pode haver complicações como perfuração ou obstrução intestinal, hemorragia significativa, a cirurgia urgente pode algumas vezes ser necessária. Outras indicações menos urgentes para a cirurgia incluem a formação de abcessos, fístulas, atingimento ano-rectal severo ou persistência da doença apesar de tratamento médico corretamente efetuado (intratibilidade médica). Nem todos os doentes com estas ou outras complicações necessitarão ser operados, devendo a decisão ser tomada conjuntamente pelo seu gastroenterologista e cirurgião colo-rectal.

Agradecemos a visita em nosso site. Procuramos trazer sempre o melhor para você. Gostou da matéria? Se tiver algum destes sintomas deve procurar ajuda médica imediatamente! Deixe seu comentário.

Print Friendly, PDF & Email

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.