Diversos

CNPJ Autônomo (MEI) – Como Tirar

CNPJ autônomo para poder atuar no mercado de trabalho informal e montar seu próprio negócio o sonho de muitos que querem melhorar seu estilo de vida e ampliar seus horizontes. Existem muitos que já conseguiram seu negócio próprio mas não conseguiram legalizar e para isso é preciso tirar o CNPJ autônomo (MEI).

CNPJ Autônomo (MEI)

Como Tirar o CNPJ Autônomo (MEI)

Para quem já conseguiu abrir seu negócio e não tirou ainda o CNPJ autônomo deixando-o legalizado perde benefícios como maior segurança, estabilidade como qualquer outro emprego pode oferecer. Quem quer formalizar o seu trabalho autônomo deve fazer isso através do MEI – Micro Empreendedor Individual que auxilia a conseguir o CNPJ regularizando seu negócio e ainda oferece muitas outras vantagens.

CNPJ Autônomo (MEI) sp

Compartilhamos abaixo como Tirar o seu CNPJ Autônomo (MEI):

É necessário: O seu faturamento mensal não deve ultrapassar R$60.000 por ano, não deve ter participação em outra emprese seja como sócio ou titular e deve haver na empresa ao menos um empregado contratado que receba o salário-mínimo ou o piso da categoria. 

Consulta: Entre em contato por telefone ou se possível pessoalmente na junta comercial da prefeitura da sua cidade e verifique se seu serviço já esta aprovado  na  prefeitura para poder formalizar o seu MEI.

Documentos: Verifique a lista de documentos necessários e assim que fizer seu cadastramento seja online ou através de uma empresa contábil encaminhe-os para a prefeitura da sua cidade.

Existem duas maneira de tirar a formalização de Microempreendedor Individual e as duas são gratuitas. Pode ser solicitada pela internet ou com a ajuda de empresas contábeis optantes pelo simples nacional.

Pela Internet:

Acesse  o portal do empreendedor, ou diretamente copiando o link a seguir e colando sem seu navegador (http://www.portaldoempreendedor.gov.br/mei-microempreendedor-individual/formalize-se). Preencha o formulário e faça o cadastro. Assim que fizer o seu cadastramento receberá  imediatamente o CNPJ e o número de inscrição na junta comercial. Imprima e assine os documentos.

Pelas Empresas de Contabilidade:

As empresas de contabilidade optantes pelo simples nacional farão a formalização do MEI sem cobrar nada. Basta  acessar a relação das empresas que disponibilizam este serviço copiando o link a seguir e colar em seu navegador (http://www.fenacon.org.br/escritorios/).

Assim que imprimir os documentos com o CNPJ e número da inscrição junte os outros documentos necessários, normalmente as cópias de RG e CPF e leve na prefeitura de sua cidade para formalizar seu negócio.

Tudo deverá sair em algumas semanas, isso varia de acordo com cada munícipio.

Custos  do MEI após a formalização:

Depois da  formalização, o empreendedor terá o seguinte custo:

– Previdência: R$ 39,40 por mês (representa 5% do salário mínimo que é reajustado no início de cada ano);

– Estado: R$ 1,00 fixo por mês, se a atividade for comércio ou indústria;

– Município: R$ 5,00 fixos por mês, se a atividade for prestação de serviços.

Para efetuar o pagamento dos  valores correspondentes ao MEI é necessário o Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), que poderá ser gerado por qualquer pessoa em qualquer computador conectado à internet. O pagamento deve ser efetuado na rede bancária e casas lotéricas, até o dia 20 de cada mês.

Agradecemos a visita em nosso site. Procuramos trazer sempre o melhor para você. Gostou da matéria? Regularize seu negócio autônomo e garanta seus benefícios!!Deixe seu comentário.

Print Friendly, PDF & Email

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.