Diversos

Adenite Equina ou Garrotilho – Causas e Sintomas

Adenite Equina ou Garrotilho, é uma enfermidade bacteriana contagiosa, causada pelo Streptococcus equi subsp. equi, caracterizando-se por uma inflamação mucopurulenta do trato respiratório anterior de equinos de todas as idades. Mas ela é mais comum em animais jovens.

Adenite Equina ou Garrotilho – Causas e Sintomas

Causas da Adenite Equina ou Garrotilho

A doença existe no mundo todo e é uma das responsáveis por  perdas econômicas  importantes. Por causa do alto custo do tratamento, gastos com medidas de controle e eventuais mortes que podem ocorrer. Leva a óbito em apenas 10% dos casos da doença. Ela acontece em consequência da disseminação dos abscessos ou púrpura hemorrágica, causada pelo acúmulo de anticorpos ligados à proteína M.

Adenite Equina ou Garrotilho – Causas e Sintomas

Compartilhamos abaixo maneira de contágio da adenite equina:

Direta:  O cavalo pode ficar doente pelo contato com outros animais infectados ou pelos que já estão se recuperando e possuem o patógeno no seu organismo. Portanto, é muito importante que estes animais sejam separados.

Indireta: Acontece através de objetos entrarem em contato com equinos infectados. Como por exemplo, buçal (equipamento colocado na cabeça e no pescoço), estábulos e pastagens contaminados com secreções.

Sintomas da Adenite Equina ou Garrotilho

O desenvolvimento da doença pode acarretar em complicações como o garrotilho bastardo, no qual a bactéria atinge outros linfonodos do organismo do animal. Pode causar abscessos em outras regiões como pulmões, fígado, baço até no cérebro do cavalo. Caso haja uma ruptura, ele pode morrer por uma infecção generalizada.

Adenite Equina ou Garrotilho – Causas e Sintomas

Compartilhamos abaixo alguns sinais clínicos são observados entre 7 a 14 dias após a infecção:

– Febre

– Tosse

– Corrimento nasal

– Dor ao apalpar a região mandibular

– Aumento de volume dos linfonodos

– Resistência a ingestão de alimentos e água

O diagnóstico é feito através do quadro clínico e sua confirmação pode ser feito através do isolamento da bactéria S. equi subsp. equi, através da pesquisa da secreção nasal purulenta ou do conteúdo de abscessos.

Agradecemos a visita em nosso site. Procuramos trazer sempre o melhor para você. Gostou da matéria? É importante buscar ajuda profissional imediatamente se suspeitar da doença em seus animais! Deixe seu comentário.

Print Friendly, PDF & Email
Últimas Pesquisas:
  • adenite equina o que causa

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.